fisioterapia pediátrica rj Clarissa Castro – Fisioterapia Pediátrica





Fisioterapia Motora

Fisioterapia Pediátrica Motora consiste em uma abordagem neuro-psico-motora, levando em consideração as fases do desenvolvimento motor infantil, respeitando cada particularidade. Leva em consideração também o quanto de funcionalidade tem a criança, o quanto ela está inserida e as consequências advindas de movimentos realizados de maneira reflexa e também de posturas mantidas de maneira errada, neste caso como exemplo as escolioses.

fisioterapia pediátricaFisioterapia Pediátrica Motora tem como principal objetivo desenvolver de maneira eficaz e com qualidade as habilidades motoras, cognitivas e psicológicas da criança tornando-a o mais funcional possível e inserindo-a na sociedade.

Trata encurtamentos e não-crescimentos musculares, prevenindo-os ou diminuindo-os, tônus, força e movimentos incoordenados, tentando normalizá-los. Também visa uma boa manutenção da postura. Este trabalho deve ser realizado de maneira lúdica respeitando sempre o limite de cada criança. Em casos em que não há quase interação do paciente, o terapeuta deve estar atento a sinais de desconforto como sudorese excessiva, fadiga muscular, fácies dolorosa, por exemplo, quando a criança não conseguir ou não puder se expressar verbalmente, muito comum ser necessária essa atenção extra com os bebês.

A relação terapeuta – criança – familiar deve ser harmônica e amistosa, pois assim facilita o tratamento, reduzindo o choro e a resistência da criança ao mesmo.  Na maioria das vezes quando o terapeuta consegue entender e respeitar o choro e o medo da criança diante da sessão de fisioterapia, o atendimento se torna uma brincadeira, e os resultados veem muito mais rápido e de maneira muito mais efetiva.

A fisioterapia motora leva em consideração as patologias e as síndromes que cursam com acometimento cerebral gerando consequências motoras, cognitivas e/ou atrasos no desenvolvimento. É importante sempre correlacionar o desenvolvimento da criança com sua idade cronológica, corrigida e também motora, para conseguir delimitar um bom plano de tratamento e traçar metas a curto, médio e longo prazo. Tais metas sempre levando em consideração os anseios dos cuidadores/pais.

Principais patologias tratadas pela fisioterapia motora:

– Pé torto congênito;

– Mielomeningocele;

– Torcicolo congênito;

– Síndrome de Down;

– Distrofias musculares;

– Disfunção Neuromotora;

– Atraso no desenvolvimento neuromotor;

 

 

 

 


UA-53920600-1