Metodo Bobath - Clarissa Castro - Fisioterapia Pediátrica Clarissa Castro – Fisioterapia Pediátrica





Metodo Bobath

metodo-bobath

método Bobath foi desenvolvido pelo casal Bobath na década de 40, partindo de suas observações que concluíram que era possível alterar o tônus através do movimento. Com o passar do tempo e o aprimoramento da técnica, o que se tem hoje é uma abordagem muito mais funcional voltada para o dia a dia do paciente.

Este método, também denominado de Conceito Neuroevolutivo consiste em uma abordagem holística onde se realizam avaliações e tratamento tanto adulto quanto infantil em pessoas com Disfunções Neuronais, que apresentem comprometimentos nos movimentos, no tônus e também nas funções provenientes de alguma lesão do Sistema Nervoso Central. É usado por fisioterapeutas, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais, numa abordagem transdiciplinar.

Nesta abordagem leva-se sempre em consideração a função, partindo do conhecimento sobre o movimento normal para tratar. Trabalha-se com facilitação tônica e de movimentos e posturas, aprimorando a qualidade dos mesmos e da função, promovendo assim uma melhor qualidade de vida para o paciente.

Hoje o principal objetivo do Conceito Neuroevolutivo é conseguir, durante a sessão e fora dela, a funcionalidade do paciente. Ele segue a orientação da Organização Mundial, ou seja, habilitar o paciente dentro de sua funcionalidade.

O Bobath Pediátrico é a abordagem da técnica voltada para o público infantil. É extremamente importante para o desenvolvimento motor da criança, podendo ser aplicado precocemente em bebês, antes que se estabeleçam as desordens de postura, tônus e  movimentos, que, em muitos casos, podem ser evitadas e se beneficiando da alta neuroplasticidade que ocorre. Para a utilização do método com segurança em bebês, existe uma especialização com uma abordagem específica em bebês, o Baby Bobath, onde leva-se em conta todas as particularidades inerentes a esse público, principalmente no que diz respeito a reconhecer os sinais de cansaço e fadiga, respeitar os limites e sinais de dor e estresse, uma vez que essa população não consegue verbalizar o que sente.

Existe uma gama de objetos que auxiliam o terapeuta durante o tratamento com o método Bobath. O mais conhecido e usado é a bola bobath, mas há também os rolos, plataformas de equilíbrio e bancos, por exemplo.


UA-53920600-1